Revisitar | Descobrir Guerra Junqueiro


Nome de Guerra, a Viagem de Junqueiro – Bragança (4)

Ainda a propósito das três exibições de Nome de Guerra, a Viagem de Junqueiro, no Auditório Paulo Quintela em Bragança. Participaram, nas duas primeiras sessões, o Agrupamento de Escolas Abade de Baçal, a Escola Secundária Emídio Garcia e a Escola Secundária Miguel Torga, alunos do secundário – 10º e 11º anos, e seus professores.

(Do Agrupamento de Escolas Abade de Baçal estiveram turmas do curso de Multimédia. Combinámos encontro aqui na Escola das Artes e tirámos umas quantas fotografias às ordens de um exigente e promissor fotógrafo).

Algumas das muitas fotografias, registadas por Sandra Canteiro, com condições de luz pouco favoráveis.
Muito obrigado.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios


Nome de Guerra, a Viagem de Junqueiro – Bragança (3)

Em Bragança, nas três exibições de Nome de Guerra, a Viagem de Junqueiro, de entre os Meios de Difusão Colectiva ali presentes, uma surpresa e uma descoberta para nós: a Localvisão Tv.

De que se trata? De “um projecto de televisão local com uma dimensão nacional. […] De facto, “é um projecto sem paralelo, assente numa óptica operacional mista de TV Online e Web TV.” E se é “uma televisão de proximidade, que trata individualmente cada região, numa lógica de abordagem diferenciada, tendo em conta as diversidades de cada uma, que os meios de comunicação nacional habitualmente não reconhecem” a Localvisão Tv faz o seu trabalho pela positiva. Está disponível gratuitamente, através da Internet (http://www.localvisao.tv).

Se, como alguém nos disse, a LocalVisão TV é “quase omnipresente”, o trabalho de Ângela Silva mostra que é também muito rápida em termos de produção:



Nome de Guerra, a Viagem de Junqueiro – Bragança (2)

Tal como previsto, no dia 12 do corrente, apresentámos o documentário Nome de Guerra, a Viagem de Junqueiro, no auditório Paulo Quintela, em Bragança. Um acolhimento irrepreensível por parte da Drª Fátima Fernandes, vereadora de Cultura da Câmara Municipal de Bragança e três sessões com sala cheia.

Como aguentariam os alunos do secundário uma longa-metragem de documentário? Nada mal, pelo contrário, confirmámos depois, quer no decurso das sessões quer no diálogo subsequente. Para largas dezenas de alunos aquela hora e meia de filme foi a descoberta de Guerra Junqueiro e isso justificou a exibição.

Mas, devemos dizê-lo, a mais emotiva das três sessões foi a das 21h30. Noite gelada e sala quente, com a honrosa presença de D. José Cordeiro, Bispo de Bragança-Miranda e a cumplicidade de muitos amigos de longa data.
(Pela minha parte, ganhei o dia ao encontrar-me com duas das mais inspiradoras professoras dos remotos anos do meu “unificado”. Só por isso, teria valido a pena ir a Bragança).

Alguns ecos da iniciativa, a quem significamos o nosso reconhecimento:

Fernando Calado, “Revisitar Junqueiro”. Correio da Manhã (14 Jan. 2012), p. 2. http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/opiniao/revisitar-junqueiro

“Documentário sobre Guerra Junqueiro exibido em Bragança”. Rádio Brigantiahttp://www.brigantia.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=6468&Itemid=43 (13 Jan. 2011)

“Documentário sobre Guerra Junqueiro exibido em Bragança”. Diário Trás-os-Monteshttp://www.diariodetrasosmontes.com/noticias/seccao.php3?seccao=1 (13 Jan. 2011)

“Documentário sobre Guerra Junqueiro exibido em Bragança”. Sapo Notíciashttp://local.sapo.pt/braganca/(13 Jan. 2011)

“Nome de Guerra, a Viagem de Junqueiro”. Câmara Municipal de Bragança http://www.cm-braganca.pt/PageGen.aspx?WMCM_PaginaId=37526&eventoId=47797
(12 Jan. 2011)

Talvez, num outro post, falemos da odisseia que é chegar hoje do Porto a Bragança, da manifesta “caça à multa” (aberta ali pela zona de Mirandela), bem como das paisagens brancas da geada.



Nome de Guerra, a Viagem de Junqueiro – Bragança

Numa parceria da Escola das Artes da Universidade Católica do Porto e da Câmara Municipal de Bragança, a longa-metragem de documentário Nome de Guerra, a Viagem de Junqueiro, realizada por Henrique Manuel Pereira, com produção da Escola das Artes (UCP.Porto), será exibida amanhã, dia 12, no Auditório Paulo Quintela de Bragança.

O filme terá três exibições, sendo duas (11:00 e 14:30 horas), destinadas às escolas e uma ao público em geral (21:30 horas).