Revisitar | Descobrir Guerra Junqueiro


Nome de Guerra a Viagem de Junqueiro (Alord 1)

Desculpem-nos o silêncio, mas na verdade temos estado a trabalhar e, em breve, teremos mais novidades.
Entretanto, e dando início a uma nova etapa do “Revisitar/Descobrir Guerra Junqueiro”:

A Fundação A LORD, Lordelo (Paredes), associa-se à Escola das Artes da Universidade Católica do Porto para, no âmbito do projecto “Revisitar/Descobrir Guerra Junqueiro” e no quadro das comemorações do Centenário da República, prestar homenagem ao poeta de Os Simples e da Pátria.

Para o efeito, organiza, no próximo dia 01 de Outubro, pelas 21h30, uma homenagem ao poeta Guerra Junqueiro. Isto porque, como afirma Francisco Leal, Presidente da Fundação A LORD, “Guerra Junqueiro não é de Freixo de Espada à Cinta, onde nasceu, não é do Porto, que o adoptou, não é de Lisboa, onde repousa no Panteão Nacional, não é do Brasil que o idolatrou, não é de Espanha ou de qualquer outro espaço. Junqueiro é património da nossa cultura”.

A cerimónia decorrerá no auditório da Sede da Fundação A LORD e do programa fazem parte uma exposição, subordinada ao tema Nome de Guerra, a Viagem de Junqueiro, uma conferência homónima, proferida por Henrique Manuel S. Pereira, docente da Escola das Artes da Universidade Católica do Porto e coordenador do projecto “Revisitar/Descobrir Guerra Junqueiro”. A cerimónia conta ainda com apontamentos musicais (poesia de Guerra Junqueiro musicada), interpretados pelo Orfeão da Fundação A LORD e terá um dos momentos altos com o lançamento do livro duplo Fiel/Na Feira da Ladra (História de um Piano), cuja apresentação estará a cargo de Daniel Serrão, Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

Desta forma, bem como no apoio dado ao documentário Nome de Guerra, a Viagem de Junqueiro, produzido pela Escola das Artes da Universidade Católica do Porto, a estrear proximamente, a Fundação A LORD prossegue o seu esforço de “democratização da cultura”.

Da exposição fazem parte: manuscritos, livros (primeiras edições), selos (dois alusivos ao centenário de Junqueiro), medalhas, bustos e quadros.

Anúncios