Revisitar | Descobrir Guerra Junqueiro


Impressões sobre a “Música de Junqueiro”

Como sabem, este blog circunscreve-se ao universo Guerra Junqueiro e mais especificamente ao Revisitar/Descobrir Guerra Junqueiro.

Que o nosso projecto cruzou fronteiras (tendo chegado a Espanha, Suíça, Brasil, França, Itália, Macau e, imagine-se, Rússia!) já o sabíamos de fonte segura e com inegável satisfação.

Porque há um tempo para cada coisa, um tempo para semear e um tempo para colher, como lembra Eclesiastes, e porque todos os dias trazem sua surpresa, fomos hoje surpreendidos com o texto “A Música de Junqueiro” – A Música para Junqueiro, integrado no livro Impressões Sobre a Música Portuguesa (ISBN 978-989-26-0119-9) do professor e pianista José Eduardo Martins.

Tratando-se de um reputado Autor brasileiro, natural de S. Paulo, o volume foi editado pela Imprensa da Universidade de Coimbra e reúne artigos académicos e textos publicados em França, Portugal e Brasil, desde 1992 até 2011. Além do mais, faz-se acompanhar de um belo CD (e será talvez o 22º gravado pelo Autor) com 40 temas de Carlos Seixas, Francisco de Lacerda, Fernando Lopes-Graça e Jorge Peixinho.

Pois, José Eduardo Martins – Doctor Honoris Causa pela Universidade Constantin Brancusi da Roménia e Académico Honorário da Academia Brasileira de Música – concede, em Impressões sobre a Música Portuguesa, generosas apreciações e páginas a A Música de Junqueiro (livro com CD duplo. UCP, Escolas das Artes, 2009). Por exemplo:

Trata-se de uma obra fundamental para o conhecimento não apenas de uma característica poético-musical do grande poeta e escritor, mas também para a compreensão de todo um processo que leva o compositor a buscar poemas que emanem “sonoridades”. Tão mais sonoros são os versos junqueirinos quão mais entendemos que, ao longo de um século, apesar de toda a trajectória da escrita composicional, os poemas de Junqueiro jamais deixaram de interessar aos músicos. Torna-se evidente que a visitação constante, na maior parte constituída de compositores expressivos, é inequívoca presença dessa imanência musical nos poemas de Guerra Junqueiro. E, bem mais adiante (p. 261), termina: Modelo a ser seguido. Assim seja, dizemos nós.

Dispensam-nos de dizer que não foi “encomenda”, pois que nem sequer temos a honra de conhecer o Autor de Impressões sobre a Música Portuguesa. O livro foi publicado na colecção “Documentos” da Imprensa de Coimbra e, para nós, é de um verdadeiro documento que se trata. O nosso reconhecimento.

http://www.uc.pt/imprensa_uc/catalogo/documentos/impressoes

Anúncios

3 comentários so far
Deixe um comentário

Sou grande fã do pianista José Eduardo Martins, um talento excepcional. Li com interesse a resenha do livro “Impressões sobre a Música Portuguesa”, que vou encomendar na Universidade de Coimbra. Uma curiosidade: sou brasileira, mas meu padrinho de batismo era de Trás-os-Montes e seu padrinho de batismo foi o poeta Guerra Junqueiro.

Comentar por Regina Pitta

O consagrado pianista e musicólogo brasileiro José Eduardo Martins, de quem tenho a grande honra de ser amiga, é, sem dúvida, um grande divulgador da Música Portuguesa. Há mais de duas décadas que José Eduardo Martins nos brinda, anualmente, com recitais de Norte a Sul do País, interpretando obras desde o Barroco até à época contemporânea. Em feliz hora a Universidade de Coimbra editou a sua interessante obra ” Impressões sobre a Música Portuguesa”. Se Portugal continua, culturalmente, de costas voltadas para o Brasil, isto se deve, em grande parte à indiferença, à miopia cultural, à ignorância imperdoável dos decisores políticos, quer em relação à Música Brasileira quer em relação ao nosso próprio Património Musical. Entretanto, quando já devíamos ter homenageado José Eduardo Martins pelo seu grande contributo prestado à Música e Cultura Portuguesas, o Governo condecora futebolistas!
Obrigada, meu querido amigo José Eduardo pela sua tenacidade,coragem, raro talento e, sobretudo, pelo seu grande amor pela Música Portugesa que a maioria dos portugueses, vergonhosamente, não conhece (!).
Idalete Giga

Comentar por Idalete Garcia Giga

Tenho o prazer e sinto-me privilegiado de ser amigo desse mestre, virtuoso pianista, que colocou-se em missão de divulgar compositores portugueses.Esse trabalho vem sendo reconhecido e ele é merecedor de todas as honras que lhes são concedidas.
Luca Vitali, artista plástico brasileiro

Comentar por Luca Vitali




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: