Revisitar | Descobrir Guerra Junqueiro


Natal

Sobre a palha loura / Dorme a rir, Jesus:

Tudo a rir se doura / De inocente luz.

Há no olhar etéreo / Do boizinho bento

Sonhos de mistério / Num deslumbramento…

Chegam pegureiros: / Chegam-se ao redor,

Tal e qual cordeiros/ Para o seu pastor

Anhos que vêm vindo / Põem-se a meditar:

Que zagal tão lindo / Para nos guiar!

Ajoelham magos, / Êxtase profundo!…

Com os olhos vagos / No senhor do mundo…

E a banhada em pranto / Mãe se transfigura,

Por divino encanto, /Numa virgem pura.

(Guerra Junqueiro)

Publicada, por primeira vez, em O Comércio do Porto Ilustrado (Natal 1893), com ilustração de Roque Gameiro, esta composição foi depois retomada em Poesias Dispersas (1920).

Aqui, como imagem, optámos pela “Natividade”, óleo sobre madeira de carvalho, Séc. XV. Esta pintura flamenga, de mestre desconhecido, faz parte da Colecção Guerra Junqueiro e encontra-se actualmente exposta no Museu Nacional de Arte Antiga (Lisboa). (Fotografia: António Morais)

HP

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

Por vezes, somos assoberbados pela quantidade de significados que são dados a histórias bíblicas. Ler um poema assim, rimado, simples, a fazer-nos a descrição já tão conhecida da natividade de Jesus, remete-me para um tempo da nossa infância em que eu tirava tantos mais significados sem mos exigirem. As catequistas, ou os professores, limitavam-se a descrever-nos o simples, do qual as nossas mentes indagadoras davam início à imaginação. Por vezes sinto falta disso. Sinto falta de uma canção ou de um poema que rime, que me faça sorrir infantilmente, e que me conduza pela mão, sem exigir de mim grandes interpretações, para depois eu dar o passo seguinte, ou não o fazer de todo. Este poema satisfaz essa minha sede por imagens, mesmo sendo elas lugares comuns, que me amparam a mente numa pequena abstracção (que se dá em vários versos neste caso), como “Sonhos de mistério /Num deslumbramento…” . Gosto da felicidade estampada na cena que é descrita, que tanto contrasta com os ensinamentos mais repreendedores da religião em si e dos seus ensinamentos.

Comentar por Guilherme Mesquita




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: