Revisitar | Descobrir Guerra Junqueiro


Guerra Junqueiro: ao Governo Provisório da República Portuguesa

Há cem anos, neste preciso dia 5 de Outubro de 1910, em telegrama ao Governo Provisório da República Portuguesa, dizia Guerra Junqueiro:

Saúdo na República a libertação magnânima e sublime do grande povo português. Um bando de heróis extraordinários remiu-nos a todos do cativeiro. A alma da pátria desabrocha vitoriosamente em flor de luz, em flor de ideal. Glória eterna aos vencedores, paz e perdão para os vencidos.

Confrangem-me a alma tantas desgraças e tanto sangue derramado. Mas, entre as mortes, há uma, a de Cândido dos Reis, que me banha de lágrimas ardentes, que me atravessa de dor o coração. Pavoroso destino o dessa criatura augusta, uma das mais altas e nobre que conheci sobre a terra!

Esperemos agora que a República seja sinónimo de ordem e de harmonia, de inteligência e de trabalho, de amor e de justiça, de liberdade e de beleza, para que a história de Portugal esplenda no mundo novamente.

Viva a Pátria republicana! Viva Lisboa, a cidade heróica!

HP

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: